VIII Congresso Nacional da Psicologia

Abertos os trabalhos da etapa nacional do VIII CNP

A abertura do Congresso foi transmitida online a atingiu 130 pontos conectados
Compartilhe

Começou nesta quinta-feira (30), o VIII Congresso Nacional da Psicologia. O evento, realizado em Brasília, reúne 235 delegadas (os), 19 estudantes e diversos convidados, entre instituições parceiras e movimentos sociais. A abertura do Congresso foi transmitida online a atingiu 130 pontos conectados.

A mesa de abertura do CNP foi composta pelo presidente do Conselho Federal de Psicologia (CFP), Humberto Verona e pela Secretária Administrativa da União Latino-Americana de Entidades de Psicologia (Ulapsi), Diana Lesme. A ministra da Cultura e psicóloga Marta Suplicy e a Secretária Nacional de Assistência Social, Denise Colin, representando a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, enviaram vídeo de saudação às psicólogas e aos psicólogos.

Segundo Humberto Verona, a construção do Congresso foi um trabalho de muitos meses que culminou na etapa nacional, iniciada hoje. “Iniciamos agora o fechamento de uma longa estrada que percorremos juntos desde junho do ano passado, quando começamos a debater as ações futuras do Sistema Conselhos, ouvindo os profissionais das mais diversas áreas onde estão inseridos, levantando as demandas e propondo novas formas de fazer”, disse.

Verona destacou ainda que os próximos dias serão de muitas tarefas, de mais debates e de fechamento do projeto que vai reunir as diretrizes que irão nortear as próximas gestões dos Conselhos Regionais e do Federal.

Diana Lesme falou em nome da Ulapsi e disse que o CNP é uma oportunidade para repensar práticas e para fazer novas perguntas em busca de respostas inovadoras para a Psicologia.

A ministra Marta Suplicy ressaltou a importância deste momento de discussão, pois a Psicologia está no centro de alguns debates da sociedade brasileira, fundamentais para os direitos humanos.

Denise Colin agradeceu a intervenção profissional das (os) psicólogas (os) que atuam no Sistema Único de Assistência Social (SUAS), que, em conjunto com os assistentes sociais, tem introduzido uma nova dinâmica de proteção social.

Logo após, a Comissão Organizadora Nacional (Comorg) coordenou a mesa de abertura dos trabalhos, composta pelos integrantes da Comorg. “Somos aqui 235 psicólogas e psicólogos delegadas (os), com a responsabilidade de dar voz a toda a Psicologia brasileira, de buscar um avanço para a nossa profissão e para a sociedade que almejamos”, assinalou Aluízio Brito, coordenador da Comorg.

A conselheira do CFP, Monalisa Barros, integrante da Comorg, apresentou os dados do Congresso e demonstrou como a participação expressiva da categoria nos eventos preparatórios e pré-congressos, legitimam a voz das (os) 235 psicólogas (os) delegadas (os) do CNP.

As delegadas e os delegados presentes apreciaram o regimento interno e elegeram a mesa diretora que vai conduzir os trabalhos durante as plenárias.

Na sexta-feira (31), a partir das 8h, começam os trabalhos dos nove grupos (três em cada eixo), que irão discutir as propostas que posteriormente serão encaminhadas à plenária para votação.